quarta-feira, 18 de setembro de 2013

a vida escrita à sangue

não sei mais como faz pra ter vontade de fazer as coisas
será que tenho de esperar mais um tempinho até as coisas se ajeitarem?
eu queria ser uma pessoa normal e ter sentimentos normais
mas os que tenho guardados no coração me destroem
feito o carinho das suas gélidas mãos.
queria ter decidido o que quero na vida, sabe?
escolher a roupa que vou usar amanhã
ou a faculdade que irei cursar no ano que vem.
queria ter vontade de sair da cama quando acordo
o dinheiro da previdência social devido ao meu caso de depressão
o psiquiatra não me deixa trabalhar porque diz que tô incapaz
de me relacionar com as pessoas.
sabe o quão triste é ouvir uma coisa dessas?
você se sentir incapaz de se relacionar com as pessoas é triste.
sabe quantos sonhos isso arruina?
e pra namorar? e pra eu entregar todo o amor que tenho no peito?
como que alguém vai sequer se aproximar de mim sabendo que tomo remédios fortíssimos só para saber como me relacionar com as pessoas?
talvez eu devesse entrar na psicoterapia...
eu tenho muita dúvida e amor dentro do peito.

Um comentário:

  1. O mais importante é não faltar amor, no fim das contas... /:

    ResponderExcluir